Formação Inicial

Formação Inicial

Para alcançar seus objeivos, a Companhia de Maria cuida, com solicitude particular, da formação dos seus membros. Atingir a plenitude de Cristo é tarefa para toda uma vida; por isso, a fidelidade à vocação exige que cada um assuma um papel ativo na sua formação e renovação, aproveitando as oportunidades que se apresentam. (RVSM, 83)

      Antes de tudo, os candidatos que se apresentam devem aprofundar sua vida cristã. Para que decidam com lucidez e liberdade, devem entender claramente a dignidade de todas as vocações, inclusive a do leigo e a do matrimônio cristão. Vivendo em comunidade durante um tempo prolongado, podem alcaçar uma sólida experiência da vida religiosa. Para que uma decisão pela vida marianista seja válida, tem de fundar-se no conhecimento das grandes necessidades da Igreja e do mundo e na compreensão de que a nossa vocação é uma amizade com o Senhor e com sua Mãe em vista da missão. (RVSM, 6.9)

PROCESSO DE FORMAÇÃO INICIAL

      A Companhia de Maria estabelece programas de formação inicial dos candidatos para os períodos de Primeiro Discernimeno, Pré-Noviciado, Noviciado, Período de Profissão Temporal, Preparação e Discernimento da Profissão Perpétua.

      Também são estabelecidos programas de Discernimento ao Estado Sacerdotal, Formação para o Ministério Sacerdotal e a Formaçao Permanente.